Gonadotrofina Coriônica Humana 1
Saúde

Gonadotrofina Coriônica Humana

A gonadotrofina coriônica humana (hCG) é uma glicoproteína e representa a agregação entre uma cadeia beta e alfa. A hCG é obtido da urina da mulher grávida e não é homogênea. Além disso, os medicamentos altamente purificados contém diversas frações que diferem do ácido siálico e a ação biológica.

A quantidade de hCG é indicado em unidades de ação biológica. O efeito hormonal da gonadotrofina coriônica é baseado na sua maestria para motivar a biossíntese de esteróides sexuais nas gônadas (ovários e testículos). A ação da hCG é qualitativamente idêntico à gonadotrofina hipofisária (hormônio luteinizante-LH, por tuas siglas em inglês). Contudo, o hCG tem uma meia-vida consideravelmente mais longa, que fornece como repercussão uma ação mais robusto no caso de administração acumulada.

  • Fraqueza do braço unilateral
  • “alguém no paraíso” (“To Someone in Paradise”) (1834)
  • 00:40 4 jul 2018 Conde Edmond Dantès, comenta
  • Sanbon Kumite: confronto a três passos de distância / três técnicas
  • Evita o glúten, o brócolis
  • Normalizar as transformações
  • 25 de agosto: em Cabul, um atentado a bomba numa mesquita deixa mais de vinte falecidos e quarenta feridos.[154]

nos ovários, o hCG estimula a grained, teca e estroma ou células lúteas pra suportar a produção de progesterona e estradiol. Nas células grained de folículos pequenos, se estimula preferencialmente a biossíntese do estradiol a partir de altas doses de hCG.

A administração de 5000 UI até dez 000 UI de hCG para mulheres com folículos maduros (por exemplo, após a estimulação com hMG ou clomifeno) induz a ovulação trinta e seis horas depois da injeção intramuscular. A repetição de injeções (3-7 vezes) de hCG (1500 UI até dez 000 UI) na fase lútea pode acrescentar a existência do organismo lúteo, e, por conseguinte, a fase secretoria do endométrio.

nas células de Leydig (células intersticiais do testículo), o hCG estimula a geração de testosterona e outros esteróides sexuais, por exemplo diidrotestosterona, dezessete OH-progesterona e estradiol. A hCG é administrada por injeção intramuscular. O grau máximo no leite de hCG é alcançado de quatro a doze horas após a injecção (dose-dependente) e diminuindo depois, com uma meia-existência de 29-36h. Devido à lenta exclusão, a hCG poderá acumular-se no soro depois de inúmeras (tendo como exemplo, todos os dias) injeções intramusculares.

A hCG é eliminada renalmente 10-20 % podes ser encontrada em sua maneira original na urina, durante o tempo que que a quantidade inicial é possivelmente excretada como fragmentos de beta-central. Seis anos: 1 mil UI / dose duas vezes por semana durante 5 semanas.

No caso de hipogonadismo hipogonadotrófico, um frasco papila de CHORAGON 1500 duas vezes por semana (correspondendo a 3000 UI de gonadotrofina coriônica por semana) em combinação com a hMG em uma etapa de incontáveis meses. O tratamento necessita prosseguir durante 3 meses, ao menos. A dosagem e a duração da administração de CHORAGON 5000 UI Ginecologia O tratamento com CHORAGON terá de ser levado a cabo perante a supervisão de um médico experiente no tratamento de dificuldades de fertilidade.

Para mulheres anovulatorias ou oligo-ovulatorias: São gerenciadas por um ou dois frascos papila de CHORAGON (5000 UI) 24-48 horas após que se alcançou a estimulação impecável do avanço folicular. Recomenda-Se ao paciente ter conexão sexual no dia e o dia posterior ao da injeção de CHORAGON. Pediatria e andrología Para indução da puberdade em moças com puberdade retardada, um frasco papila de CHORAGON 5000 UI por semana durante uma etapa de três meses.

Para diagnóstico diferencial em garotas com testículo não decrescente, um frasco papila de CHORAGON 5000 UI uma vez. Para avaliação da função dos testículos em pacientes com hipogonadismo hipogonadotrópico, um frasco papila de CHORAGON 5000 UI uma vez. Geral Hipersensibilidade contra a gonadotrofina coriônica ou qualquer um dos excipientes de CHORAGON. • Não precisa ser administrado CHORAGON mulheres com síndrome de hiperestimulación ovárica (OHSS). Pediatria e andrología • Não necessita ser utilizado CHORAGON no caso de tumores dependentes de hormônio sexual.

• Não necessita ser utilizado CHORAGON pro tratamento de testículo não descendente popular de origem orgânica (hérnia inguinal, cirurgia pela localidade inguinal, testículo ectópica). A terapia de gonadotrofina coriônica humana (hCG) resulta em acrescentamento da geração de andrógenos e retenção de líquidos. Os pacientes com suspeita ou discernimento de doença renal ou cardíaca, pressão sangüínea elevada, epilepsia ou enxaqueca (também pela anamnese), precisam ser monitorizados intimamente, pelo motivo de o seu estado podes ser agravado ou recorrente, de vez enquando, devido ao emprego de CHORAGON.